Arquivo para Last kiss

Uma viagem musical

Posted in Canções, Visitas ao Snape with tags , , , , on 20/03/2012 by Naara Andrade

Olá pessoal, tudo beleza?

Hoje eu venho até vocês para iniciar uma seção novinha em folha, cujo título, bastante sugestivo: “canções”.
Não, infelizmente, nosso amado mestre não nos dará a alegria de ouvi-lo cantarolar. O que tentarei mostrar aqui é uma espécie de viagem musical através de vários ritmos, que possam nos lembrar de partes da vida e características do Mestre de Poções.

Por exemplo, já perceberam que certo trecho da sua música favorita pode, de repente, se apresentar sob outro ponto de vista? Certo dia eu estava prestando atenção em um trecho de Last Kiss do Pearl Jam, e pude sentir a parte mais triste da vida de Severus Snape expressa naquelas palavras. Será que vocês concordarão com esta que vos escreve? Vejam o trecho citado da letra original (extraída do http://letras.terra.com.br/pearl-jam/30320/traducao.html) seguida da tradução  e tirem suas próprias conclusões:

Last Kiss – Pearl Jam
“…Oh where, oh where can my baby be?
The Lord took her away from me.
She’s gone to heaven, so I’ve got to be good,
So I can see my baby when I leave this world.
(…)
When I woke up, the rain was pourin down.
There were people standin all around.
Somethin warm flowin through my eyes,
but somehow I found my baby that night.
I lifted her head, she looked at me and said,
“Hold me darlin just a little while.”
I held her close, I kissed her–our last kiss.
I’d found the love that I knew I had missed.
Well now she’s gone, even though I hold her tight.
I lost my love, my life– that night…”

————***————

Último Beijo – Pearl Jam
“…Oh, onde, onde estará o meu amor?
O senhor tirou-a de mim
Ela foi para o céu, então eu tenho de ser bom
Assim, verei meu amor quando deixar este mundo.
(…)
Quando acordei, a chuva caía
Havia muita gente em volta
Algo quente escorreu pelos meus olhos
Mas, de alguma forma, eu encontrei meu amor naquela noite
Eu levantei sua cabeça, ela me olhou e disse:
“Me abrace, querido, só por um pouco”
Eu a abracei forte e a beijei – nosso último beijo
Eu encontrei o amor que eu sabia que havia perdido
Bem, agora ela se foi, mesmo eu tendo abraçado-a com força
Eu perdi meu amor, minha vida, naquela noite…”

Excetuando-se algumas partes, foi como se eu estivesse visualizando toda a cena em Godric’s Hollow; um Severus em frangalhos debruçando-se sobre o corpo sem vida de sua amada. As divagações iniciais também lembram em muito o seu estado de espírito posterior a este fatídico acontecimento. Afinal, ele foi ou não “bom” ao aceitar as difíceis missões que lhe foram impostas, incluindo aí a missão-mor de proteger o filho dela? Estava ou não o nosso mestre em busca de redenção, para, quem sabe, um dia poder vê-la novamente?

E vocês, o que acham? Realmente encaixa? Forçado demais?
Eu aceito sugestões para o próximo post!

– Como você pôde? Isto é pessoal. Muito pessoal – retorquiu Snape
– Calma, Severus… eu não falei nada que nós, suas fãs e defensoras, já não saibamos…

Anúncios