Arquivo para Johnny Cash

Canções – Especial Johnny Cash

Posted in Canções with tags , , , , , on 04/06/2013 by Naara Andrade

*Abre a porta, espia. Entra limpando a poeira e as teias de aranha*

Olá pessoal, what´s up?

Bom, hoje eu estava prestando atenção em uma playlist que já ouço há um certo tempo e finalmente me dei conta do conteúdo significativo da canção Hurt, de Johnny Cash ou o “Homem de Preto” como era conhecido (coincidências até aqui…), para o tema em questão.

A canção inteira tem um toque bastante melodioso e sofrido, sendo praticamente parte de uma autobiografia. Pelas minhas pesquisas, foi uma reinterpretação da música originalmente gravada por Nine Inches Nails. Na versão de Cash, temos uma música com tom e voz pesados, embora limpos, passando com louvor toda uma carga de sofrimento. Enfim, é daquele tipo de música capaz de criar uma sensação de calafrio crescente.

Deixando as explicações sobre a história da música de lado e indo ao ponto deste blog, eu não pude deixar de notar a relação que podemos fazer com a vida de Severus.  Trechos como:

I hurt myself today / To see if I still feel / I focus on the pain / The only thing that’s real

(Hoje feri a mim mesmo / Para ver se ainda sinto / Eu foco na dor / A única coisa que é real)

Não nos remete a como Snape talvez nunca tenha sido capaz de perdoar a si mesmo, lembrando e relembrando dos erros que cometeu no passado? Para mim isto fica claro com todas as tentativas de redenção que ele tomou desde então).

E o que dizer do trecho abaixo:

“What have I become? / My sweetest friend / Everyone I know goes away / In the end”

(O que eu me tornei? / Minha mais doce amiga / Todos que eu conheço vão embora / No fim)

Achei interessantíssimo o “my sweetest friend”. Neste caso, de quem mais se trataria, senão daquela por quem ele sofreu até o fim? E com o último trecho também podemos explorar o que houve na vida fatídica do Mestre de Poções, pois todos aqueles que ele poderia ter chamado de “amigo” se foram, deixando-o sozinho com seus fardos.

Agora, creio que seja o momento de deixá-los a sós com a letra da canção, para que teçam as suas próprias conjecturas a respeito. Para ouví-la enquanto lê, clique aqui.

Então, o que acham, há cabimento?

Continue lendo

Anúncios