Amizade e dever

Olá gente boa, what´s up?
Não é que hoje (20/07) é dia do amigo?

Para não deixar esta data passar em branco, nada melhor que discutir sobre algumas amizades um tanto incomuns envolvendo o nosso Mestre de Poções. Afinal, muita coisa que lhe diz respeito é de fato incomum.

Mas “amizade?”, você me pergunta. Terá ele compartilhado isso com mais alguém que não Lily Evans?

É fator sabido que o relacionamento entre Severus Snape e Albus Dumbledore se iniciou devido a culpa e dever, mas acho que, com o passar do tempo, lá no fundo ambos acabaram nutrindo algo mais um pelo outro. (Talvez Dumbledore não tivesse lhe dito que ele seria um Grifinório em potencial se não gostasse dele). Os sentimentos de Dumbledore podem ser menos difíceis de interpretar, mas e os de Snape?

Art by me

Também devo dizer que a ideia para este post surgiu de uma conversa com a Catarina, e ela comentou que o famigerado trio de ouro também deveria estar presente na discussão. Pessoalmemte, eu não acredito que o tipo de relacionamento que estes quatro possam ter tido pode-se chamar de amizade, visto que não há sinais de afeto algum entre eles. O argumento utilizado a favor foi que Severus Snape sempre protegeu o Harry, mas vejo isso como puro reflexo da promessa que ele havia feito à Lily, ou seja, são “outros quinhentos”.
Mas quem sabe não há dentre vocês, mais pessoas que concordem com a Cats?

Editado: Este parágrafo é novo! A Shey bem lembrou nos comentários de que o nosso Severus muito provavelmente teve outra presença amistosa em sua vida. De quem eu poderia estar falando, senão daquela com quem ele sempre trocava umas boas provocaçõess a respeito de quem iria vencer o quadribol ou a taça das casas aquele ano? Pois é, ela mesma, Minerva McGonagall, a pessoa que mais pareceu odiá-lo quando o Mestre aparentemente se debandou de vez para o lado negro da força. Eu realmente acredito que eles compartilharam algo mais que coleguismo juntos. Quer dizer, ela ficou notadamente furiosa quando ele se tornou diretor sob aquelas condições. E a psicologia nos diz que a raiva e o amor (ou a amizade, no caso), são dois lados de uma mesma moeda, dois extremos. Para que você sinta algo tão forte como uma raiva intensa por alguém, é necessário que você já sentisse algo igualmente forte por esse alguém. Será que consegui explicar?

Lembrei de uma cena nos filmes que expressa bem a suposta relação entre ambos, inclusive dá para ver bem nas expressões em seus rostos. Perdoem a má qualidade da imagem.

Aqui, uma bela imagem sugerida pela Catarina, de uma atitude que qualquer um certamente gostaria que um amigo tivesse consigo, caso viesse a precisar =D

E para terminar este post, não podia deixar esta épica fanart feita por Tribute27 e colorida por S-sei de lado! Esse sim, é o meu trio de ouro!

Deixem suas opiniões!

– Eu não quero falar sobre aquele velho estúpido e arrogante. – retorquiu Snape, com  a mais baixa e ofendida das vozes. – Também não vejo o que a Minerva tenha a ver com isto.

– Não, claro que não tem, Sev. E nós não estamos bem aqui por perto, caso você não queira conversar sobre o assunto. Ah, a McGonagall pediu para você aparecer na sala dela mais tarde, para um chá.

Ouviu-se um bufo.

– Mas de todos eles, por quais mandrágoras podres estaria o Potter e seus amiguinhos nesta lista infame? Talvez seja por todo o amor que tenho demonstrado por aqueles três durante todos estes anos. – A voz de Snape aumentou um tom.

– Bom… eu… é… reclame com a Cats.

Anúncios

9 Respostas to “Amizade e dever”

  1. Essa é mais u ma daquelas perguntas existenciais, neh? Daquelas que começam com ‘E se…’? E se o Sev não tivesse morrido? Teria começado uma amizade com o trio? Sim, porque antes disso, não creio que sentia amizade por Harry e seus amigos, mas um profundo senso de dever, ele tinha uma obrigação, manter o Filho de Lily vivo.

    Quanto ao Dumbie, sim, os vejo amigos. Uma amizade espinhosa e sarcastica, como é o nosso mestre de poções. Outra pessoa que imagino amiga do Sev e ele correspondo a isso, é a Minerva. A reação dela com a morte do Dombledore e consequente ‘traição’ do Snape me pareceu mais profunda do que o simples sentimento de uma colega de trabalho, mas de uma amiga traída. O que vocês acham?

  2. Rafaela Says:

    Oi! Eu amei esse post! E na verdade, acho q o Snape se sentia responsável por eles, nao seria exatamente uma amizade, mas poderia vir a ser, ainda mais depois das revelaçoes feitas na batalha final, acho q se a titia jo nao tivesse matado ele*snif* eles poderiam até serem amigos…
    Bom, é a minha opiniao.
    Bjsss

  3. Catarina Says:

    Humm, será que fiquei em maus lençóis?! Mas, Naarinha, lembra que eu enfatizei que ele não era “amiguinho”, mas agia com lealdade (qualidade de amigo, não?) e os protegia? Algo mais sutil e complexo, sem dúvida.

  4. Claire Says:

    Vocês não podem esquecer que a real amiga do Sev é a Fer… rss

  5. Eu sei que a Lilly não foi amiga do Sev e ponto. Ah, e que a Fer é.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: