Arquivo para outubro, 2010

Halloween

Posted in Fanarts with tags , , , on 31/10/2010 by ferporcel

Happy Halloween!

O que vocês acham que o Sev faz neste dia? Eu não consegui encontrá-lo em lugar algum hoje para descobrir, então vamos ter que usar um pouco da imaginação. No entanto, existem apenas algumas possibilidades…

O Sev pode estar (muito bem) escondido nas masmorras do castelo. Se esse for o caso… *balança a cabeça* Deprimente.

O Sev pode estar em sua casa, naquele bairro trouxa, esperando crianças com um pote de doces ao lado da porta. Certo, podem rir. *rs* Ai, ai.

Ele pode estar… ao pé do túmulo de… alguém. *momentos de silêncio respeitoso* Espero que ele não esteja lá, penitente do passado. Seria muito triste, e ele levaria um tempão para voltar ao humor de sempre…

Então, dada as possibilidades já citadas, eu gosto de pensar que ele foi a alguma festa à fantasia, balançar o esqueleto. *rs* Seria, sem sombra de dúvidas, a personalidade da festa! Vamos e venhamos, Sev e festa de Halloween tem tudo a ver! Imaginem aquele rostinho pálido, completamente sem expressão, aquelas vestes que voam para todo o lado, negras, à luz de uma lua encoberta… Sensacional! Imaginem o homem chegando para a festa! Incrível!

The Bat by ~firefly-wp on deviantART

Ano que vem ele vai ter que me convidar, aquele bandido! *rs*

Fer

Aquela palavrinha amiga 2

Posted in Fanfiction with tags , on 29/10/2010 by magalud

Voltamos ao assunto palpitante de feedback. Nessa coluna, examinamos o outro lado da moeda.

Receber e responder reviews. Receber reviews é o sonho dourado de 100% dos autores de fic, mas nem todos são motivados por feedback. Antes de continuar, preciso fazer uma confissão. E acho que essa é a melhor hora.

Escrever é o que faço desde a mais tenra idade. Muito antes, portanto, do que a Internet. Só decidi compartilhar meus escritos há coisa de uns míseros 10 anos. Escrevo porque algo dentro de mim me impele a isso, não para ter reviews. Descobri que compartilhar é gostoso, às vezes arriscado, mas sempre é emocionante.

E, se sua motivação for apenas essa (ganhar reviews), sugiro que você repense o que está fazendo. Desde a primeira vez que o vimos, Severus Snape nos ensina sabiamente: “Fama não é tudo.”

Quero chegar àquele hábito irritante de algumas ficwriters de usar a fic de refém para obter reviews. “Só publicarei o próximo capítulo quando tiver X reviews”. Como costuma dizer o @HugoGloss, parei de ler, Fifi. Repense o estrelismo. E não vai ganhar review só para parar de ter ataque de botox.

Reviews, mesmo que sejam só para receber e responder, também obedecem a uma etiqueta sutil. Você lembra qual é?

A regra de ouro permanece a mesma: comente sempre. Agradeça a review, comente o comentário, responda com carinho à pessoa que perdeu tempo lendo sua fic, identificando sentimentos e expondo tudo na rede. Perceba o quanto o seu leitor se dedicou a você e seu filho ficcional, e demonstre sua gratidão aos anjos interneteiros respondendo ao review.

E quanto à emoção? Não são poucos os autores que se surpreendem com os comentários de suas fics. Leitores prestam atenção a coisas que podem escapar das betas mais atentas, e comentam nas reviews. Ou então se fixam em coisas que você nem pensou enquanto escrevia.

Esse contato é precioso e inestimável, por isso valorize-o o mais que puder. A gente às vezes fica com a imagem que o povo de fanfic é tudo igual, e as reviews provam o quanto isso é errado. Mesmo entre fanfiqueiros, a diversidade impera, como em qualquer atividade humana. Vamos respeitá-la?

Afetado

Posted in drabbles, Fanfiction, Visitas ao Snape with tags , , , , , , , on 25/10/2010 by Claire

— Psô-or…

— Pois não, Senhor Potter? – Snape tira os olhos dos trabalhos que está corrigindo para ser interrompido novamente pelo aluno que cumpria detenção.

— Fofo, eu preciso da sua ajuda aqui…

— Por acaso, esta detenção é sua, cabe ao senhor limpar estes caldeirões imundos.

— Ah, chega aqui perto da bancada vai…

— Senhor Potter. – Snape sibila ao se levantar da mesa. — Obviamente o senhor pretende chamar a minha atenção. — Ele caminha deslizando até o aluno. — Muito bem, o senhor conseguiu. — O olhos de Harry brilham em antecipação. — Agora suas detenções serão supervisionadas pelo Filch… Suma da minha frente e vá cuidar desses hormônios.

— Afetado é o Harry, você jamais Sev!
— Mesmo que seja você, ainda bem que alguém me defende neste lugar.
— Ai… Por que mesmo que seja eu?
— Você sabe…
— Bom, então vou reformular minha drabble. — Claire estrala os dedos e pega a caneta mirando uma folha de papel novinha.
— Calminha aí. — Snape segura a caneta da mão dela e se aproxima mais da bancada baixando o tom de voz. — Você anda muito estressada ultimamente, precisa relaxar…
— Ui…

Lud, esse é o máximo que consigo de Snarry rss Mas espero que sirva de presente de aniversário.
🙂
Beijos
Claire

Harry Potter

Posted in Fanarts, Visitas ao Snape with tags , , , , , on 24/10/2010 by ferporcel

Quem segue os passos do Sev por mais tempo e tem maiores contatos com o mundo de seus adoradores deve ter percebido que muito se falou de seu relacionamento com Harry Potter nesta semana. Existem pessoas que acreditam que todo aquele ódio é apenas amor reprimido. Tem gente que acha que é só ódio mesmo, uma amargura muito grande, e neste grupo podemos contar com a J. K. Rowling, sem sombra de dúvidas.

Para mim, o que importa é a especulação. Adoro quando a mente das pessoas se abre para o inusitado, o improvável, o impossível, e por aí vai e vai e vai… até chegar em cenários lindos, tristes, horríveis, perfeitos e etc., etc. e etc.

Uma dessas viagens na maionese completou dez anos esta semana e não azedou! *rs* Estou falando do amor de Harry Potter e Severo Snape. Um amor improvável, sujo, clandestino, professado, nojento, louco, doentio… São tantas as possibilidades de um amor como este; quilômetros de maionese para viajar à vontade! E como tem gente com a quilometragem bem avançada no fandom!

Harry and Snape by ~ngalade on deviantART

Parabéns ao cantinho Snarry do fandom! Que outros dez anos se passem e a paixão continue! 🙂

Fer

— Pronto, Sev. Doeu?
*Sev emburrado*
— Não fica assim… Eu nem escolhi uma imagem de vocês dois se beijando, o que seria bem fofo.
*Sev estreita os olhos*
— Não tenho medo de cara feia. Você sabe que a Magalud adora essas viagens, e foi aniversário dela esta semana. Pense nisso.
*Sev suspira*
— Só pela Magalud.
*Fer sorri*

Aquela palavrinha amiga 1

Posted in Fanficando, Fanfiction with tags , on 22/10/2010 by magalud

Na ponta final do processo de produção de fics, estão as reviews, ou comentários. Muita gente costuma dizer que esse é o único “pagamento” dos autores de fic – em geral, meio que choramingando por reviews. Esse assunto tem diversas abordagens. Comecemos, pois, pela etiqueta.

A regra de ouro é comente sempre. Comente toda fic que você ler. Nem que sejam umas poucas palavras; deixe um bilhete só para dizer que leu e gostou da fic. Você pode me perguntar: “Mas e se não for caso? E se eu não gostei?”

Se não tiver gostado, há dois caminhos possíveis: não diga nada ou faça uma crítica educada, questionando o que você considerou pontos fracos e apontando soluções de maneira ponderada. Faça isso especialmente se você conhece a autora e tem liberdade para expor seus pontos de vista. É importante evitar mal-entendidos, por isso tome extremo cuidado com o que vai escrever.

Em muitos casos, o mais indicado é a abstenção. Pode parecer contraditório com a regra de ouro, que é dar feedback sempre, mas estamos falando de etiqueta. É preferível nada dizer a arriscar ser mal-interpretada. Não é um fandom tão grande assim (em certos sentidos), então pense no que vale mais a pena: curtir uma fic não tão boa de uma pessoa que pode melhorar, ou provar que você tem razão e magoar uma companheira adoradora de Snape?

Ainda assim, escreva um comentário, se puder. Deixe sua opinião num email ou no formulário do site. Perca uns minutinhos para dar uma alegria a uma pobre autora que abriu seu coração a toda a Internet.

Se você não souber direito o que escrever, consulte seu coração. Diga o que mais amocionou, o que mais admirou, onde chorou (sério, se você foi às lágrimas, PRECISA deixar a autora saber), quem tinha a melhor caracterização, quem surpreendeu, o que você esperava que acontecesse, enfim: solte os bichos. Nessa hora, leitor e autor viajam juntos na maionese. Muito legal.

E, não menos importante, se você decidir que a história merece, peça uma sequência, mas diga o que espera de uma eventual continuação. E, se a autora achar que não dá, nada de mimimi!

 

Eu sei que foi curtinho, mas vou continuar na semana que vem, tá? Desculpem o mau jeito…

Nargulés

Posted in drabbles, Fanfiction, Visitas ao Snape with tags , , , , , , , , on 18/10/2010 by Claire

A garota de olhos acinzentados balançava os pés sentada na poltrona que ficava de frente da mesa do diretor.

— Srta. Lovegood, qual motivo da sua presença? — perguntei intrigado.

— Diretor Snape, só vim avisar que os professores Comensais têm sido extremamente cruéis com os alunos. Neville…

— Ora, a senhorita sabe o dom que Senhor Longbottom tem de não ser cauteloso em suas lições. Creio que os professores só estão utilizando alguns métodos pedagógicos.

— Aplicando Cruciatus? Ah, preciso ir agora… Esta sala está cheia de Nargulés.

Ela saiu porta afora sem nem ligar para a minha resposta. Que raios eram Nargulés?

— O que você pensa que está fazendo aí?
— Er… Escrevendo?
— Já tomou sua poção anti-gripal?
— Dão… — Claire responde ainda gripada.
— E você tá esperando por…?
— Por você, Sev.
— Já chega, saí daí… Você precisa descansar.
— Ah, Sev, semana passada eu não escrevi.
— Seus textos tão bem piores com essa concentração ruim.
Há então um barulho de explosão, e diante da cara brava do Snape, ela explica:
— Acho que a poção anti-gripal passou do ponto.

Pessoal, aí está a drabble da semana. Desculpem a falha da semana passada, mas eu realmente estava de cama.
Sim sim, já melhorei um cado, graças aos cuidados do Sev. ^^
Beijos,
Claire

Professor Snape

Posted in Fanarts with tags , , on 17/10/2010 by ferporcel

No dia 15 de outubro comemorou-se o Dia dos Professores. Esta é a árdua profissão do Sev, não por escolha própria, mas por imposição das circunstâncias. Ele não gosta – aliás, deixa bem claro que odeia – faz drama, mas acaba sempre conseguindo colocar alguma coisa nas cabeças ocas de seus alunos.

Dizem por aí que ele sempre quis ser professor de Defesa Contra as Artes das Trevas ao invés de Poções. Ele detesta falar sobre o assunto, mas eu acho que isso não é verdade. Ele seria um excelente professor – se quisesse – de muitas outras matérias, como Feitiços, Runas, entre outras, mas eu sempre suspeitei que sua matéria preferida é Poções.

Aí alguém vai perguntar como eu explico o fato dele sempre ter pedido para Dumbledore o posto de professor de Defesa Contra as Artes das Trevas. Bem, o que eu acho que ele queria mesmo era ensinar coisa nenhuma. Ele queria ser professor de Defesa porque sabia que de um ano não passava, por causa do feitiço de Voldemort, então era dali para fora de Hogwarts! *rs* Claro que o Dumbledore sabia disso e sempre negava o posto a ele. Era uma coisa deles.

Olha o Sev em ação!

Potter_3_PoA __Potions by ~somelatevisitor on deviantART

Parabéns, Professor Snape, pelo seu dia!

*desvia da azaração*

Afff! Não sabe brincar!

Fer